Realizadas oficinas participativas em Pedro Barros / Musácea e Santa Rita

No dia 24 de abril, foram realizadas mais duas oficinas participativas do Processo de Revisão do Plano Diretor de Miracatu.

Às 17h30 aconteceu a oficina participativa de Pedro Barros e Musácea na E.M.E.I.E.F. Julia Botaro dos Santos, que contou com a participação de aproximadamente 30 pessoas entre moradores dos bairros, o prefeito, os vereadores Edithe, Jair e Zezeco e funcionários da Prefeitura de Miracatu. O prefeito Ezigomar deu as boas-vindas aos presentes e apresentou o arranjo institucional em vigor para a revisão do Plano Diretor – proporcionada por parceria com o Legado das Águas e com apoio técnico da consultoria Risco Arquitetura Urbana – e a dinâmica dos trabalhos que estão sendo realizados no município. Em seguida, Ramiro, arquiteto urbanista da Risco conduziu o os trabalhos, iniciando com uma apresentação sobre a função do Plano Diretor e os porquês desse trabalho. Em seguida, seguiu-se uma longa conversa sobre diversos aspectos do bairro em que os presentes moram e da cidade de Miracatu como um todo, englobando assuntos como saneamento básico, mobilidade urbana, emprego, turismo, saúde, educação, existência e disponibilidade de equipamentos de cultura e lazer, assistência a idosos, habitação e conectividade dos bairros (telefonia, acesso à internet, Correios etc). Os cidadãos presentes eram, em sua maioria, moradores de Pedro Barros, embora alguns moradores de Musácea e da região d’O Fazendeiro também tenham comparecido.

Entre as várias questões trazidas pelos participantes da oficina, saneamento básico e mobilidade urbana foram as que mais suscitaram opiniões. A região sofre com falta d’água frequente – além de receber uma água turva e/ou esbranquiçada e com gosto de cloro quando chove muito. Além disso, a coleta de lixo é irregular, com o caminhão de lixo passando menos vezes por semana do que o estabelecido – e em dias incertos. Aproveitando a presença do prefeito Ezigomar e de sua equipe na oficina, várias das reclamações foram prontamente respondidas ou anotadas pela equipe da Prefeitura. A partir da falta de empregos constatada pelos cidadãos presentes, aconteceu uma discussão interessantes sobre o potencial do turismo na região – e como isso poderia ser explorado para aumentar as possibilidades de atividades econômicas o para os moradores do local, que também enfrentam muita dificuldade em conseguir emprego na cidade já que os empregadores dizem não querer pagar vale transporte. A oficina foi bastante produtiva e durou quase duas horas, com participação intensa dos moradores presentes e da equipe da prefeitura.

Oficina participativa realizada em Pedro Barros / Musácea em 24/04/2018

Marcada para acontecer a partir das 19h30 na EMEIEF Prof. João Hirotaka Kayó, a oficina participativa de Santa Rita começou com algum atraso, por volta das 20h.  A reunião contou com cerca de 20 pessoas, entre cidadãos do bairro, equipe da prefeitura, a vereadora Edithe e o prefeito Ezigomar. A oficina foi aberta com o mesmo processo de apresentação dos arranjos institucionais envolvidos na revisão do Plano Diretor, com falas do prefeito antes da condução dos trabalhos pelo Ramiro, da Risco. Além de moradores de Santa Rita, também esteve presente uma moradora da Ponte. Entre os vários temas tratados na oficina, o serviço de saúde no bairro foi muito elogiado pelos presentes, que ressaltaram o trato atencioso da médica da Unidade Básica de Saúde Local e a agilidade no agendamento de exames e consultas. Entretanto, os moradores presentes fizeram reclamações sobre a demora no atendimento no Pronto Socorro Municipal, na sede, e sobre a má qualidade da atenção dos médicos. O Diretor de Saúde do município estava presente e ele e o prefeito disseram o Pronto Socorro Municipal é alvo de muita atenção deles – mas que ficarão ainda mais atentos à qualidade desse serviço. Segurança pública também pareceu ser uma questão importante para os moradores do bairro, que apontaram que se sentem bastante inseguros, especialmente após o cair da noite.

Oficina participativa realizada em Santa Rita em 24/04/2018

As oficinas foram bastante produtivas, com participação intensa e de bastante qualidade dos moradores presentes. A participação da equipe da Prefeitura de Miracatu e do prefeito foram importantes para estabelecer um diálogo direto com a população, que pôde tirar dúvidas sobre diversos pontos. Ao escutar que havia chegado o fim da oficina de Santa Rita, uma das moradoras presentes até mesmo lamentou, dizendo que “A conversa está tão boa! Eu poderia ficar aqui muitas horas mais!”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s